ALEXANDRE PATO ASSINA COM TIME CHINÊS, UM ANO APÓS RECUSAR OFERTA CHINESA!

Alexandre Pato cumprimenta companheiro de Clube do Tianjin Quanjian - China na Itália, onde clube faz pré-temporada.
Crédito da Imagem: Google
O atacante Alexandre Pato, que estava no Villareal da Espanha, assinou com o Tianjin Quanjian da China, um ano após ter recusado oferta deste mesmo time, quando ainda pertencia ao Corinthians, frustrando a diretoria alvinegra, que tentava diminuir o prejuízo obtido com o negócio milionário que o clube havia feito no início de 2013, quando contratou o atleta por 40 milhões de reais. Pato alegou na ocasião, que ainda tinha futebol para jogar na Europa e nos grandes centros do futebol, aceitando posteriormente negócio com o Villareal, o qual foi comprado por 3 milhões de Euros, o equivalente a 10,8 milhões de reais na época. Após perder um pênalti, onde tentou dar uma cavadinha frente ao goleiro Dida do Grêmio pelas quartas de final da Copa do Brasil de 2013, o jogador foi hostilizado pela torcida alvinegra e já em fevereiro de 2.014, foi envolvido em uma troca com Jadson do São Paulo, onde o time de parque São jorge, pagava ainda 50% do salário de Alexandre Pato, para ele jogar no rival. No Corinthians foram 62 jogos e 17 gols marcados, no São Paulo, foram dois anos e 38 gols marcados e atuações empolgantes, mas no início de 2.016 foi devolvido ao Corinthians, após o time do Morumbi, não ter chegado em um acordo com o Corinthians para aquisição do mesmo. Não foi aproveitado pelo Corinthians e após recusar a oferta Chinesa e outra da Lázio da Itália, foi emprestado ao Chelsea onde em seis meses disputou apenas 2 partidas. No início de julho de 2.016, foi devolvido ao Corinthians novamente e quase entrou em campo, mas devido a negociações com o Villareal, foi vetado. O prejuízo que o Corinthians teve com Pato, é totalmente inverso ao lucro que o Villareal teve com o jogador, pois, depois da compra por 3 milhões de Euros, vendeu o jogador ao Tianjin Quanjian por 18 milhões de Euros, lucrando 15 milhões de Euros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário