SESC PINHEIROS RECEBE MOSTRA DE REPERTÓRIO DO TEATRO DE ANÔNIMO

Crédito: Divulgação
O Teatro de Anônimo utiliza a técnica circense para extrair comicidade do erro, mas com uma linguagem popular marcada pelo lirismo

De 20 a 30 de abril, o Sesc Pinheiros recebe a Mostra de Repertório Teatro de Anônimo. Serão apresentados três espetáculos (“Cabeça de Nego”, “Intermezzo” e “Tomara que não Chova”), além de três oficinas e uma vivência para público de todas as idades. A maioria das atividades é gratuita e acontecem em diferentes espaços da unidade.
É a primeira vez que São Paulo recebe uma mostra de repertório da companhia carioca, que traz também, ineditamente, oficinas de circo voltadas a bebês, crianças e adultos. “Em tempos de crise econômica, em que a cultura acaba sendo uma das primeiras sacrificadas, é muito gratificante reunir num palco só nosso elenco, com músicos e outros artistas como acontecerá no Sesc Pinheiros para esta celebração de nossos 30 anos de trajetória”, conta Maria Angélica Gomes, uma das criadoras do grupo.
Especializado no teatro de rua, com ênfase em acrobacia aérea e números de palhaços, o Teatro de Anônimo utiliza a técnica circense para extrair comicidade do erro, porém com uma linguagem popular marcada pelo lirismo. Dedicado à pesquisa sobre as origens do circo, dos cômicos, das companhias mambembes de circo-teatro, o grupo mantém seu trabalho voltado a projetos socioculturais.
Fundado em 1986, o grupo já produziu mais de uma dezena de espetáculos, além de outras atividades como oficinas e intercâmbios nacionais e internacionais. Um dos focos principais é o incentivo da qualificação de outros atores sociais. Em 2010 o grupo tornou-se Ponto de Cultura, responsável pela realização de um programa de oficinas de especialização de cerca de 80 artistas na área de comicidade, acrobacia aérea e gestão.

ESPETÁCULOS
A Mostra de Repertório do Teatro de Anônimo começa com duas apresentações de “Cabeça de Nego”, dias 20 e 21 de abril, no Auditório do Sesc Pinheiros. Escrito por João Carlos Fábio Freitas e Sérgio Machado, este espetáculo para adultos faz uso de algumas habilidades circenses como o malabarismo, o equilibrismo, a magia e a manipulação de objetos. A narrativa dada pela brincadeira e pelo exercício motor serve para estimular as reflexões sobre desafio do convívio em sociedade, as contradições do poder, o consumo, o cinismo, as perversões, os preconceitos com o diferente e a função dos espaços de felicidades individuais e coletivas fundamentais existência de uma sociedade mais justa e plural. Os ingressos custam R$ 25 (inteira), R$ 12,50 (meia-entrada) e R$ 7,50 (credencial plena).
De 21 a 23 de abril, com entrada franca, a Praça da unidade é palco de “Intermezzo”. Este espetáculo circense tem base na clássica arte da palhaçaria, com saltimbancos que estruturam seu fazer a partir de uma variedade de números, utilizando-se de técnicas como magia, acrobacia, dança e equilíbrio.
No final de semana seguinte, dias 29 e 30 de abril, também na Praça, acontecem duas apresentações de “Tomara que não Chova”. Fruto da linha de pesquisa “Incubadora de Gêneros Populares” - voltada para investigação de elementos do universo da comicidade popular brasileira, este espetáculo traz farsas e comédias de situação e números clássicos de circo. Para reunir os elementos necessários à montagem, os artistas ouviram a voz da experiência Vic Militello, contando com a experiência dos professores da Escola Nacional de Circo. Com João Carlos Artigos, Maria Angélica Gomes, Regina Oliveira e Shirley Britto.

Oficinas
No dia 21 de abril, crianças de 1 a 4 anos terão a chance de experimentar atividades circenses. Nesta oficina introdutória de circo-teatro para crianças, com Maria Angélica Gomes, utilizam-se técnicas desta arte como veículo da experimentação. A oficina leva para o cotidiano das crianças a observação do seu corpo com exercícios de ritmo, agilidade, equilíbrio e concentração - ferramentas úteis para a ampliação do potencial criativo e para o entendimento da importância do trabalho em equipe.
Também no dia 21 de abril, Shirley Britto dá a Oficina Recreativa de Circo. Utilizando técnicas circenses como veículo de experimentação, os participantes são convidados à observação do próprio corpo por meio de exercícios de ritmo, agilidade, equilíbrio e concentração, que servirá de ferramenta para a ampliação do potencial criativo e para o entendimento da ética do trabalho em equipe.
De 25 a 28 de abril, terça a sexta-feira, das 14h30 às 18h30, João Artigos ministra a oficina “O Jogo como Técnica”. Tendo o jogo como o elemento primordial do trabalho do artista cênico, a atividade tem como objetivo desenvolver, sob a lógica da comicidade, um treinamento baseado na brincadeira, na ampliação dos sentidos, da força sensual, na compreensão do tempo cômico, na articulação de uma lógica fantástica particular e na dramaturgia do riso. 

Vivências para todas as idades
Nos sábados e domingos de 22 a 30 de abril, crianças com idade a partir de 3 anos e seus responsáveis poderão participar de uma vivência para explorar seu sistema sensorial. Por meio da acrobacia, tecido, exercícios de consciência corporal e simplesmente brincando juntos, chegamos a outras formas de comunicação, a diferentes maneiras de explorar o ambiente e a novos olhares para os espaços.

Saiba mais sobre o TEATRO DE ANÔNIMO
Fundado em 1986, o Teatro de Anônimo estrutura sua prática pela montagem e apresentação de espetáculos, da qualificação profissional de outros atores sociais, além do aperfeiçoamento de técnicas e modelos autênticos de gestão e administração coletiva, baseada na solidariedade, criatividade e cooperação.
Os dez espetáculos do repertório do grupo já foram assistidos por espectadores do Brasil, Mônaco, Noruega, Peru, Chile, Colômbia, Espanha, Canadá, Itália, Suécia, Portugal, França, Guatemala, Andorra e Argentina. Dentre as diversas formas que o grupo se apresenta no cenário cultural nacional e internacional, destaca-se a criação e realização desde 1996 do Anjos do Picadeiro – Encontro Internacional de Palhaços, evento que figura entre os maiores do gênero na América Latina.
Em 2010 o grupo tornou-se Ponto de Cultura, responsável pela realização de um programa de oficinas de especialização de cerca de 200 artistas na área de comicidade, acrobacia aérea e Gestão para autonomia e produção Cultural. Em 2016, o grupo tornou-se Polo Carioca de Circo, dirigindo a montagem de cinco números, três espetáculos e fomentando a formação, a gestão e a montagem de cerca de 50 artistas.

SERVIÇO

Espetáculos

“CABEÇA DE NEGO”
Dias 20 e 21 de abril de 2017. Quinta-feira, às 20h30. Sexta-feira, 18h.
Local:
 Auditório (3º andar)
Duração: 60 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 16 anos.
Ingressos: R$ 25,00 (inteira). R$ 12,50 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$ 7,50 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). Ingressos à venda pelo Portalwww.sescsp.org.br, a partir de 11/4, às 16h30 e nas bilheterias das unidades do SescSP, a partir de 12/4, às 17h30. Venda limitada a 4 ingressos por pessoa.

“INTERMEZZO”
Dias 21 a 23 de abril de 2017. Sexta-feira, Sábado e Domingo, às 16h.
Local:
 Praça
Duração: 60 minutos
Classificação: Livre
Ingressos: Grátis.

“TOMARA QUE NÃO CHOVA”
Dias 29 e 30 de abril de 2017. Sábado e Domingo, às 16h.
Local:
 Praça
Duração: 90 minutos
Classificação: Livre
Ingressos: Grátis.

oficinas
CIRCO PARA BEBÊS E CRIANÇAS
Dia 21 de abril de 2017. Sexta-feira, das 11h30 às 13h
Local:
 Sala de Múltiplo Uso (3º andar)
Classificação: Crianças de 1 a 4 anos acompanhadas por responsável
Grátis. Inscrições com 1 hora de antecedência, no local.

OFICINA RECREATIVA DE CIRCO, COM SHIRLEY BRITTO
Dia 21 de abril de 2017. Sexta-feira, das 12h às 13h
Local:
 Praça
Classificação: Livre
Grátis.

O JOGO COMO TÉCNICA, COM JOÃO ARTIGOS
De 25 a 28 de abril de 2017. Terça a Sexta-feira, das 14h30 às 18h30
Local:
 Sala de Oficinas (2º Andar)
Classificação: Livre
Grátis. Vagas limitadas. Inscrições na Central de Atendimento.


vivência
CIRCO EM FAMÍLIA, COM MARIA ANGÉLICA GOMES
De 22 a 30 de abril de 2017. Sábados e Domingos, às 12h
Local:
 Praça
Classificação: Dirigido para crianças a partir de 3 anos, acompanhadas por responsável.
Grátis.



SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.

Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Credenciados plenos no Sesc: R$ 12 nas três primeiras horas e R$ 2 a cada hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 18,00 nas três primeiras horas e R$ 3 a cada hora adicional. Para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 12 (credenciados plenos) e R$ 18 (não credenciados).

Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m

Nenhum comentário:

Postar um comentário