PALMEIRAS É ELIMINADO EM CASA DIANTE DE 38.000 TORCEDORES

Crédito Imagem: Google
Não adiantaram muito os milhões de reais investidos em jogadores como Borja, Hioran, Vega, Bruno Henrique, Felipe Melo e outros, nem o retorno de Cuca no comando técnico do Palmeiras, o time que investiu mais de R$ 80 mi em contratações, foi eliminado na noite de ontem em pleno Allianz Parque, diante de mais de 38.000 torcedores, pelo pouco expressivo Barcelona de Barranquilla do Equador na disputa de penalties. O Palmeiras que no jogo de ida levou um gol nos acréscimos finais do segundo tempo, mostrou os mesmos problemas que não deixam o time deslanchar no brasileirão, um setor esquerdo deficiente com Egídio e Keno no primeiro tempo, um meio de campo sem criatividade com Bruno Henrique e Tchê Tchê na lateral direita não ganhando nenhuma bola. O Palmeiras ainda perdeu Mina no primeiro tempo, tendo que queimar uma substituição com a entrada de Edú Dracena na zaga. No segundo tempo, na minha opinião, um dos mais esforçados foi sacado do time, Róger Guedes não retornou, em seu lugar entrou Moisés, que deu cadência e criatividade ao time, que teve nos minutos iniciais do segundo tempo, lampejos de um grande time, chegando ao gol em jogada iniciada por Moisés, que tocou para Dudú e se apresentou na área para finalizar. Logo em seguida, Keno mandou uma bola na trave, mas não passou disso, sendo que o Barcelona também levou muito perigo em uma defesa desordenada e não conseguindo acompanhar os atacantes equatorianos na corrida. Nos penalties, Bruno Henrique e Egídio desperdiçaram suas cobranças e jaílson conseguiu defender um penalti. Com o resultado, o barcelona avança e o Palmeiras dá adeus a Libertadores 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário